LIVERPOOL,
DAS DOCAS À CAPITAL DO POP

A cidade (que não é só) dos Beatles, as docas protegidas pelo olhar do Liver Bird e um lugar que respira futebol

PUBLICADO A 6 DE ABRIL DE 2020 | VIAGEM DE 26 A 27 DE ABRIL DE 2019

A famosa cidade dos Beatles por esta e tantas outras razões já foi nomeada Capital Europeia da Cultura em 2008. Liverpool é um lugar que para além da cultura transpira futebol e a cidade para (quase literalmente) no apoio ao principal clube (ou os clubes) desta terra. Um pequeno aglomerado urbano que sempre viveu da sua relação com o rio e tem uma grande história à volta das suas docas.

Estes são só alguns dos motivos que me levaram a conhecer Liverpool. Estava em Manchester quando tudo aconteceu e tirei dois dias para visitar esta cidade. Apanhei um comboio bem cedo que demorou menos de uma hora e em pouco tempo já estava no meu hostel para deixar a minha bagagem e começar a fazer turismo. Foi aqui que comecei a aperceber-me que Liverpool era uma cidade bem mais pequena do que estava à espera…

Dia 1, Às voltas pela rua enquanto o tempo permitia:

A revolução industrial chegou igualmente a Liverpool e foi logo das primeiras coisas em que pensei enquanto andava pela ruas. As casas eram muito homogéneas e algumas até pareciam verdadeiros castelos revestidos em tijolo. A começar pelo hostel onde fiquei: o Hatters Hostel Liverpool que nada tem a ver com os mesmo hostel mas em Manchester.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

St. Luke’s Bombed Out Church

Quando cheguei à cidade, o sol começava a parecer e as previsões para o dia pareciam ser muito boas! A minha ideia era fazer o Free Walking Tour pela cidade mas era tão cedo que ainda tinha tempo para dar uma volta. Comecei pela Igreja Bombardeada de São Lucas. É uma igreja sem tecto como resultado de um grande incêndio aquando dos bombardeamentos da May Blitz (bombardeamentos da Segunda Guerra Mundial) em 1941. Actualmente é um memorial que serve para lembrar aqueles que perderam as suas vidas neste período da nossa História.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Chinatown

Em seguida, estava na Chinatown de Liverpool. Uma rua simples com enfeites e lojas alusivas à cultura chinesa que se destaca pelo forte pórtico à entrada. A sua dimensão serve para rivalizar com o pórtico da cidade de Manchester e desse modo realçar uma maior superioridade e aprofundar a competição entre estas duas cidades.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Catedral de Liverpool

Ainda mais à frente, na continuação da mesma rua, que me levou a estes dois lugares, cheguei à Catedral de Liverpool, um dos monumentos mais imponentes que vi e que por fora transmite uma grande robustez em contraponto com a fluidez do seu interior. É normal chegarmos a um Igreja e termos espaços apertados por onde andar, porque são pequenos ou porque há um grande corredor de bancos que limita o espaço. Ali era tudo diferente… Havia um espaço para cadeiras virado para o altar-mor mas a catedral era mesmo enorme e espaço para caminhar à vontade era o que não faltava. A igreja pelos 189m de comprimento é a mais extensa do mundo, a quinta maior do mundo e uma das mais altas. À parte disto, complementa-se ainda com duas pequenas capelas nas laterais e ainda se dá ao luxo de ter uma cafetaria e restaurante no interior.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

St. George’s Hall

Voltei para o centro, mais precisamente no St. George’s Hall, para que iniciasse o roteiro pela cidade. Aquele que foi o primeiro hospital da cidade, situa-se frente à estação de Lime Street, a estação de comboios mais importante da cidade. É um edifício que actualmente abriga um teatro para concertos e conferências e numa outra parte destina-se à sede dos tribunais da cidade. Nesta altura do dia, o sol começava a esconder-se e a chuva ia marcando a sua presença (habitual).

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Central Library

Junto ao St. George’s Hall, podemos contemplar a única rua no mundo que possui um museu, uma biblioteca e uma galeria de arte. Optamos por entrar na Central Library. É uma biblioteca que foi remodelada e que se destaca pelo seu átrio com comunicação a todos os pisos, coberto com uma cúpula de vidro.

No exterior, à entrada da biblioteca, existe uma passadeira com diversos títulos de clássicos literários com um código de um título de um livro: Cyclops in the wood. Esta mensagem, funciona como se tratasse de um incentivo a entrar na zona mais antiga da biblioteca, mais propriamente na Oak Room onde está exposto o livro com o olho do ciclope. No entanto, a sala de Leituta Picton é mesmo o espaço mais impactante, com uma planta circular e um ambiente mais característico das bibliotecas clássicas, onde o mais pequeno ruído é repudiado com uma aviso da bibliotecária de serviço.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

St. John’s Garden

Ainda subimos ao terraço da biblioteca para vermos a panorâmica da cidade e do parque em frente que seria a nossa próxima paragem: o St. John’s Garden. O antigo cemitério da cidade deu início aos jardins no princípio do séc. XX no qual inclui algumas estátuas de personalidades ligadas à sua história.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Radio City Tower

Ao andar pelo centro da cidade, a Radio City Tower vai se destacando constantemente na paisagem. É certamente o ponto mais alto de Liverpool e um bom ponto de referência que nos permite sempre saber em que zona da cidade nos encontramos. Fez-me lembrar as torres das cidades na Bélgica que também têm este objectivo.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Matthews Street

Uma das coisas que mais gostei no centro da cidade é que são poucas as ruas que estão abertas a carros. A circulação é feita quase toda a pé, dando assim uma maior liberdade por quem lá passa. Estava a caminho da Matthews Street, que é mais conhecida como a Beatles Street. Foi neste lugar que se viu nascer uma das bandas mais conhecidas do planeta, os The Beatles. Tudo começou no bar The Grapes onde a banda se conheceu e mais tarde no Cavern Club onde deram os seus primeiros concertos. A actual Cavern é uma réplica do modelo original, usando alguns dos tijolos retirados do primeiro bar. O bar original foi demolido na década de 70 para a construção de uma linha de metro.

Do outro lado da rua ainda existe um bar similar, o Cavern Pub, que até é dos que chama mais à atenção. À entrada está uma estátua de John Lennon (que mais parece a figura do Paul McCartney). Igualmente revestido a tijolo, é possível verificar a marcação de várias artistas nessas peças por ali já terem actuado.

Ao longo da rua, existem mais lojas e museus com o tema dos Beatles que deliciam os aficionados da banda.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Monumento da Rainha Victoria

Saí da Matthews Street a fim de me dirigir à Monumento da Rainha Victória. Este é o antigo local do Castelo de Liverpool que se situa na Derby Square. O monumento apresenta 26 estátuas em bronze onde se destaca na maior de todas a Rainha Victoria. Este foi um dos símbolos que sobreviveu aos bombardeamentos da Segunda Guerra Mundial.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Pier Head

O Pier Head era o espaço que se seguia. Foi revitalizado e abriga algumas das distracções culturais desta cidade onde se destacam as Três Graças, três edifícios representativos da cidade de Liverpool. Nas traseiras destes edifícios encontra-se o Georges Dock Building, uma estação de controlo e ventilação que ainda assim possui uma parte de escritórios. É um edifício que desperta curiosidade pela sua forma que advém do grande interesse que o arquitecto tinha pela cultura egípcia.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Três Graças (Royal Liver Building, Cunard Building e Port of Liverpool Building)

De frente para as docas temos os edifícios das Três Graças. Em primeiro lugar temos o Royal Liver Building, um edifício que pertence à empresa de seguros Royal Liver Group. É um edifício em pedra com duas torres de relógio, cada uma delas com o símbolo da cidade no topo: o Liver Bird. É um animal mítico que pode ser encontrado em vários pontos da cidade, sendo inclusive o símbolo do Liverpool FC, o clube mais mediático desta região. Em relação a este edifício específico, as duas aves estão de costas voltadas de forma a vigiar o mar e a cidade e, reza a lenda, se eventualmente voassem para longe a cidade ficaria mais insegura podendo mesmo deixar de existir.

Em segundo lugar, ao centro está o Cunard Building, um edifício que desde a sua construção foi sede da antiga companhia de navegação Cunard e o abrigo dos passageiros que faziam viagens transatlânticas que partiam de Liverpool. Actualmente é propriedade do Conselho da Cidade e acolhe várias instituições do sector público e privado.

Por fim, o Port of Liverpool Building. Construído no início do séc. XX, foi a sede do Mersey Docks e Harbour Board, a empresa responsável pelas docas da cidade. É um edifício que se destaca pela sua cúpula, as torres acupuladas e passou por uma renovação que alterou algumas das suas características originais. Hoje em dia, alberga escritórios e um museu.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Estátua dos Beatles

À frente destes três edifícios foram instaladas as quatro Estátuas dos Beatles. É um marco relativamente recente (foi inaugurado em 2015) mas rapidamente chama qualquer pessoa. Neste ponto o tour tinha terminado assim como a chuva. Foi uma questão de segundos até o local passar de um ponto vazio para ficar lotado de pessoas só para tirar uma fotografia.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Royal Albert Dock

Liverpool é do mesmo modo uma cidade conhecida pela sua relação com as docas, onde se destaca a Royal Albert Dock. Esta foi a doca em que as estruturas de madeira foram substituídas pelas primeiras construções em ferro, tijolo e pedra com o primeiro sistema de armazenamento não combustível do mundo. Desde então, as docas modernizaram-se. Aquele espaço resguardado deu lugar a alguns museus e estabelecimentos comerciais que chamam as pessoas para que ali possam afastar-se da confusão da cidade.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

The Beatles Story

Num dos edifícios da doca, situa-se o The Beatles Story. A entrada é feita numa rua paralela à doca e conta a história da banda desde a sua formação, o impacto que tiveram na música e na cidade, os percalços que foram decorrendo pelo caminho e até falam das memórias de cada membro da banda.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Wheel of Liverpool

No exterior do museu, deparamo-nos com a Wheel of Liverpool, uma roda gigante que não tem o mesmo impacto como a de Londres, por exemplo. Estava completamente abandonada e um dos motivos pode ser por não estar exactamente no centro da cidade como acontece na capital.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Catedral Metropolitana de Liverpool

Antes que o dia terminasse, tive de voltar ao hostel e no caminho fiz ainda um desvio para visitar a Catedral Metroplitana de Liverpool. Uma igreja católica, que se confunde com a Catedral Anglicana da cidade (onde estive de manhã). O interior é muito moderno mas no exterior apresenta uma forma que mais parece saída de um filme do Star Wars.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Em seguida voltei ao centro. A cidade estava muito tranquila, era sexta-feira e jogava-se em Anfiel Road um jogo importante para o Liverpool. Inglaterra é mesmo o país do futebol e lembro-me que durante a tarde já havia pessoas com os cachecóis e camisolas a prepararem-se para o jogo. A cidade para quase toda para estes momentos. Assim, aproveitei eu para desfrutar mais um pouco das ruas tranquilas.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

McCooley’s

Foi uma questão de tempo até parar numa food truck e jantar algo… Existem muitas carrinhas deste género espalhadas pela cidade (mais durante o dia) e são sempre uma opção barata para as refeições, mesmo que nem sempre sejam as mais saudáveis. Perguntei à senhora que me atendeu onde podia ver o jogo do Liverpool e aconselhou-me o bar McCooley’s. Se não era o bar oficial do clube, estava muito perto disso. O bar está dividido em quatro espaços diferentes, com pisos desfasados, e tinham mais de 20 ecrãs (incluindo 5 telas gigantes) para que não se perca nenhum momento do jogo. E o bar estava cheio de gente! A equipa da casa ganhou por números bem expressivos e o ambiente era de festa nessa noite!

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Dia 2, Como escapar ao dilúvio:

Neste dia, já sabia que o tempo ia estar mau. As previsões eram de chuva e ventos fortes e por isso reservei visitar alguns museus para este dia. Para começar bem a manhã, nada melhor que um pequeno-almoço tipicamente inglês. É das refeições que mais gosto e é das melhores coisas que este país tem.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Estádio Anfield Road

O primeiro ponto de paragem foi o estádio de Anfield Road. A minha ideia inicial até era ver o jogo ao estádio (que foi na véspera) mas é muito difícil arranjar bilhetes, ainda mais quando a época estava quase a acabar. Tive de me contentar com a visita ao estádio e museu e não me arrependo de nada! Apanhei um autocarro no centro da cidade até Anfield num percurso muito rápido. Além da vista do campo, anda-se muito pelos corredores que se tornam em autênticos espaços expositivos de um museu com a história do clube. Dentro do estádio, a visita é autónoma com um sistema de áudio para os visitantes e também nos permite aceder aos balneários, sala de conferências de imprensa, sala de refeições e túnel de acesso ao relvado.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

O bilhete de ingresso no estádio ainda permite ir ao museu que conta a história do clube com a exposição de equipamentos antigos, exposição de taças, entre outras coisas. Além disso, ainda contém um espaço reservado para Steven Gerrard, uma das maiores lendas do clube que jogou toda a sua carreira no Liverpool.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Não podia sair do estádio sem tirar uma fotografia ao portão com o lema do clube “You’ll Never Walk Alone”. Não estava sozinho e no momento em que fui até às traseiras do estádio, havia lá gente que estava em sintonia comigo.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Museu de Liverpool

O vento ia-se intensificando e já não fazia sentido usar guarda-chuva porque era impossível! Reparava que mesmo os habitantes locais eram imunes à chuva e só bastava um casaco impermeável para se protegerem.

Foi assim que voltei ao centro, mais propriamente às docas, a caminho do Museu de Liverpool, um edifício moderno com exposições que contam a história da cidade com destaque para revolução industrial ou a organização das docas. O que me chamou mesmo a este lugar foi uma exposição intitulada de Double Fantasy que abordava questões sobre a vida pessoal e activista do casal John Lennon e Yoko Ono. É uma exposição que continha diversas obras de arte, objectos pessoais e que através de entrevistas, vídeos e citações, partilha a vida destes dois artistas.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Museu Marítimo

Ao mesmo tempo, regressei à Royal Albert Dock, ao Merseyside Maritime Museum. O museu marítimo tem uma exposição permanente sobre a vida nos mares em Inglaterra e complementa-se com uma parte da exposição sobre as docas que está no Museu de Liverpool. Há também uma exposição sobre o Titanic, que embora não tenha passado por esta cidade, tinha fortes ligações com o seu porto de origem. A empresa administradora tinha a sua sede em Liverpool e a grande maioria dos seus tripulantes nasceram na cidade ou tinham ligações com a mesma.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Museu Internacional da Escravatura

No mesmo edifício, no 3º andar, encontra-se um outro museu: o International Slavery Museum. Embora seja um espaço pequeno, tem muitas histórias impactantes e relatos de pessoas que conseguiram sobreviver à escravatura,. A exposição exibe fotos, objectos e vídeos que destacam a sobrevivência e promoção da cultura africana em todo o mundo como consequência da escravidão.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Tate Liverpool

Por fim, a última paragem nesta pequena grande cidade foi o Tate Liverpool. É um museu que se localiza também na Royal Albert Dock e assim como o Tate Modern em Londres, compreende obras da arte britânica desde o ano 1500 até aos dias de hoje. É uma das maiores galerias de arte moderna e contemporânea do país.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal
Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

Voltei ao hostel para pegar nas minhas coisas para voltar a Manchester onde ia estar mais um dia. Ainda aproveitei para andar pelo centro mas o tempo estava tão terrível que não deu para muito mais. De regresso à estação de Lime Street apanhei o comboio e já faltava pouco para esta aventura chegar ao fim.

Mesmo que o tempo tenha sido curto, a experiência em Liverpool foi incrível! É uma cidade tão pequena que mais parece que estamos numa vila e o facto de ter um centro histórico que privilegia as pessoas em vez dos carros é um factor determinante para podermos estar bem.

Rapidamente vamos das docas à estação de comboios e andamos pelas ruelas históricas da cidade em um dia de passeio sem grandes pressas. É sempre bom estar relaxado e por isso os dois dias na cidade foram uma escolha mais segura. Acho que consegui fazer tudo o que queria. Só faltou mesmo ir ver um jogo ao estádio do Liverpool FC mas assim também já tenho um motivo para voltar a este lugar.

Liverpool, das docas à capital do pop_Num Postal

GOSTARAM DESTE ARTIGO? PARTILHEM NAS REDES SOCIAIS

PLANEIA A TUA VIAGEM

Aqui encontras as ferramentas necessárias para ti e ainda podes ajudar-me ao usar estes links 🙂

Para encontrares os melhores voos uso sempre o Skyscanner ou o Momondo.

Reserva já a tua estadia no Hostelworld mas se quiseres mais algum conforto podes ver outras opções no Booking.

Contrata o teu seguro de viagem. Ao optares pela IATI Seguros viajas mais descansado e ainda tens 5% de desconto se usares este link.

Queres viajar e não sabes para onde? Com a Chocolate Box podes arriscar ir num destino que só conheces 48 horas antes do dia da viagem e com o meu código NUMPOSTAL10 tens 10% de desconto!

Autor do projecto Num Postal, arquitecto de profissão, fotógrafo nas horas vagas e apaixonado por viagens. Criei o blog para que não me escape nada das minhas aventuras pelo mundo, para partilhar com os outros e para eu reviver cada uma destas experiências! Depois de viver uma temporada no Brasil, percebi que há todo um universo lá fora para descobrir e desde então nunca mais parei de ir à procura de lugares desconhecidos.

FAZ PARTE DESTE PROJECTO

Deixa um comentário e partilha as tuas dicas

POSTS RELACIONADOS

Estes são alguns dos artigos que também poderás gostar de ler