2ª ETAPA DO TRILHO DOS PESCADORES, DE PORTO COVO A VILA NOVA DE MILFONTES 

A etapa mais difícil deste percurso, a vila mais turística da Costa Vicentina e uma marginal com praias incríveis

PUBLICADO A 4 DE OUTUBRO DE 2020 | VIAGEM A 29 DE AGOSTO DE 2020

Neste dia acordei mais cedo que o sol mas saímos os dois ao mesmo tempo da toca. O percurso avizinhava-se desafiante com os 20kms pela frente até Vila Nova de Milfontes.

Saí do hostel às 7h00 da amanhã em Porto Covo para fugir ao calor. No entanto, apanhei muito vento que ajudou a passar melhor o caminho. Pior foi mesmo o piso da caminhada… Se no primeiro dia já me tinha queixado da areia, no segundo dia nem se compara. A maior parte do caminho é em areia seca e há troços em que temos de atravessar praias como acontece na Praia da Ilha do Pessegueiro e na Praia do Malhão.

Com isto tudo, muitas vezes não sabia se me tinha perdido porque deixava de ver as placas só que sabendo que indo pela costa chegava ao destino, acabava sempre por voltar ao rumo certo. De resto, as paisagens encantam de uma maneira surpreendente que nos incentivam a continuar o percurso.

2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal
2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal
2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal
2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal
2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal
2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal
2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal
2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal
2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal

Vila Nova de Milfontes

Este dia não teve um percurso fácil mas lá consegui chegar a Vila Nova de Milfontes a tempo de almoço. Andar em areia debaixo de sol quente é muito desgastante e chegar ao fim foi mais um alívio que outra coisa…

Felizmente, fiquei muito perto do centro histórico e assim tinha um acesso muito facilitado a tudo o que podia fazer aqui. Há muitos anos que não visitava Milfontes e por isso senti-me como se fosse a primeira vez. A vila não é muito grande e tão pouco está repleta de monumentos para serem apreciados mas vale bem a pena a sua visita.

Um dos pontos mais visitados é o largo onde está o Forte de São Clemente. Além da imposição desta fortificação na paisagem, temos aqui uma das melhores vistas para o Rio Mira e também encontramos o Monumento ao avião “Pátria”, um marco da primeira viagem de avião entre Lisboa e Macau em 1924.

Em seguida, não há nada como nos perdermos pelas ruelas da vila onde encontro muitos restaurantes nas casas mais castiças e muito comércio artesanal, não fosse esta vila uma das mais turísticas da Costa Vicentina. Pelo meio, vamos encontrar a Igreja da Nossa Senhora da Graça ou o Largo do Rossio com restaurantes para todos os gostos.

2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal
2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal
2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal
2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal

Praia da Franquia e Praia do Farol

Muito se fala da Praia dos Aivados ou da Praia do Malhão quando se vai para Vila Nova de Milfontes. Ainda assim, a verdade é que não é preciso ir muito longe para encontrar praias incríveis… É o caso da Praia da Franquia que preenche uma boa parte da costa que divide Vila Nova de Milfontes do Rio Mira. É “aquele” spot para onde toda a gente vai quando está na vila, com águas muito tranquilas e tão límpidas de fazer inveja.

Quem passa por aqui e percorre a Avenida Marginal, pode continuar a surpreender-se com uma ida até ao Farol de Milfontes. É um dos melhores lugares para ver o pôr-do-sol e de onde se consegue ver a vila toda. A vista para a Praia das Furnas é igualmente incrível e o seu acesso até é simples se apanharmos um barco até à outra margem. Para descontrair, não há nada melhor que o bar da Praia do Farol para terminar o dia em beleza.

2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal
2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal
2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal
2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal
2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal
2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal
2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal
2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal
2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal

De noite a vila transforma-se mas eu não me meti em grandes aventuras. Esta segunda etapa foi a mais dura do Trilho dos Pescadores e mesmo que não precisasse de acordar tão cedo no dia seguinte, não arrisquei e deixei a vida nocturna para outra altura. Todos os minutos contam para recuperar e em Milfontes levei essa máxima muito a sério! Que venha a próxima etapa!

2ª Etapa do Trilho dos Pescadores, de Porto Covo a Vila Nova de Milfontes_Num Postal

GOSTARAM DESTE ARTIGO? PARTILHEM NAS REDES SOCIAIS

PLANEIA A TUA VIAGEM

Aqui encontras as ferramentas necessárias para ti e ainda podes ajudar-me ao usar estes links 🙂

Para encontrares os melhores voos uso sempre o Skyscanner ou o Momondo.

Reserva já a tua estadia no Hostelworld mas se quiseres mais algum conforto podes ver outras opções no Booking.

Contrata o teu seguro de viagem. Ao optares pela IATI Seguros viajas mais descansado e ainda tens 5% de desconto se usares este link.

Queres viajar e não sabes para onde? Com a Chocolate Box podes arriscar ir num destino que só conheces 48 horas antes do dia da viagem e com o meu código NUMPOSTAL10 tens 10% de desconto!

Autor do projecto Num Postal, arquitecto de profissão, fotógrafo nas horas vagas e apaixonado por viagens. Criei o blog para que não me escape nada das minhas aventuras pelo mundo, para partilhar com os outros e para eu reviver cada uma destas experiências! Depois de viver uma temporada no Brasil, percebi que há todo um universo lá fora para descobrir e desde então nunca mais parei de ir à procura de lugares desconhecidos.

FAZ PARTE DESTE PROJECTO

Deixa um comentário e partilha as tuas dicas

POSTS RELACIONADOS

Estes são alguns dos artigos que também poderás gostar de ler