ARRAIAL DO CABO,
PRAIA, SOL E MAIS PRAIA

Uma praia paradisíaca, uma praia incrível, uma praia ainda mais incrível e outras praias ainda mais espectaculares

PUBLICADO A 14 DE JANEIRO DE 2020 | VIAGEM DE 15 A 18 DE JUNHO DE 2017

À primeira vista, o nome desta vila pode não suscitar interesse ou até mesmo algum desconhecimento mas era mais um lugar no Brasil para fazer o check e por isso decidi arriscar. Geralmente gosto sempre de ter um plano mas desta vez queria mesmo descansar e Arraial do Cabo seria o lugar ideal para não pensar em mais nada.

Falamos de uma vila piscatória que se situa numa península no estado do Rio de Janeiro. É um lugar conhecido pelo “caribe brasileiro” que vive muito do turismo de praia e é muito propício à prática de mergulho devido à agua clara e cristalina.

Acima de tudo, queríamos aproveitar o feriado do Corpo de Deus (quinta-feira) e mais um dia de “emenda” (os chamados dias de ponto no Brasil) para irmos até um lugar mais distante. No Brasil é certo que se tiver feriado a uma quinta-feira ou terça-feira o mais provável é o fim-de-semana ter quatros dias. Basicamente, foi isso que nos aconteceu…

Para lá chegar, apanhei um autocarro durante a noite desde São Paulo até ao Rio de Janeiro. No Rio encontrei-me com a minha amiga de Curitiba e outros dois amigos INOV que estavam a estagiar em São José dos Campos. Por não se tratar de uma grande metrópole, não há transportes directos para Arraial do Cabo e por isso é que tivemos de apanhar mais um autocarro desde o Rio de Janeiro, tomando mais 3 horas do nosso tempo.

Dia 1, Rota das praias:

O sol tinha acabado de nascer e seguimos pela Avenida da Liberdade, a estrada principal da vila, em direcção ao nosso hostel. Ficamos no Acquarela Hostel que se situava junto à Praia dos Anjos e tinha um ambiente muito familiar. Podiamos ter ficado a descansar depois de uma viagem de 9 horas mas não queríamos perder tempo. Assim sendo, fomos directamente à procura de um barco que nos levasse a dar uma volta pelas praias de Arraial do Cabo.

Arraial do Cabo, praia, sol e mais praia_Num Postal

São muitas as empresas que fazem o roteiro à volta da península mas nós, como “mãos de vaca” que somos (expressão brasileira para identificar alguém que não gosta de gastar dinheiro), optamos por ver qual o passeio que nos fazia um preço mais em conta.

Praia da Ilha do Farol

O início do passeio começou na Praia da Ilha do Farol. Esta é considerada uma das praias mais perfeitas do Brasil pela clareza da sua água e qualidade da areia que resultam numa paisagem de cortar a respiração. Estes critérios de excelência só são atingidos porque esta área é uma reserva natural protegida e o acesso é muito limitado: o barco é o único meio de transporte possível e apenas um número muito restrito de pessoas pode estar ao mesmo tempo na ilha. Em algumas alturas do ano, a transparência da água permite observar algumas espécies marinhas como golfinhos, tartarugas ou até orcas (nós não tivemos essa sorte)

Arraial do Cabo, praia, sol e mais praia_Num Postal
Arraial do Cabo, praia, sol e mais praia_Num Postal
Arraial do Cabo, praia, sol e mais praia_Num Postal

Fenda de Nossa Senhora da Conceição e Pedra do Gorila

Ao longo do passeio fomos passando por outros marcos também característicos da região. Primeiro, a Fenda de Nossa Senhora da Conceição que, segundo a lenda, foi encontrada por um pescador que viu uma imagem de Nossa Senhora na fissura localizada numa das pontas da Ilha do Farol. Do lado oposto, a Pedra do Gorila, porque de perfil lembra o rosto do animal que era visto na cidade como o guardião do mar.

Arraial do Cabo, praia, sol e mais praia_Num Postal
Arraial do Cabo, praia, sol e mais praia_Num Postal

Prainhas do Pontal da Atalaia

Posteriormente, fomos até às Prainhas do Pontal da Atalaia para onde seguimos para passar a hora de almoço. É daqueles casos em que são duas praias que apenas se unem quando a maré esta baixa, formando um único areal, e é um lugar muito parecido com a Praia do Farol. Dizem que o acesso pela escadaria da praia permite ter logo uma percepção do paraíso em que nos estamos a meter… Nós chegamos de barco mas de qualquer forma a praia ficou muito bem avaliada no nosso roteiro.

Arraial do Cabo, praia, sol e mais praia_Num Postal
Arraial do Cabo, praia, sol e mais praia_Num Postal

Antes de terminarmos o nosso passeio de barco ainda tivemos a oportunidade de estar um pouco na Praia do Forno mas ao fim do dia não tem o mesmo encanto. Como a praia está orientada a Nascente e tem um morro por trás, aquela hora  fica completamente ensombrada.

Arraial do Cabo, praia, sol e mais praia_Num Postal
Arraial do Cabo, praia, sol e mais praia_Num Postal

Mirante do Pontal da Atalaia

Antes que o dia terminasse, não iamos perder a oportunidade de ver o pôr-do-sol no Mirante do Pontal da Atalaia. Este momento do dia é sempre especial mas neste lugar ia ser diferente do que estávamos habituados no Brasil. Devida à localização geográfica da vila, assistimos pela primeira vez ao sol a pôr-se no mar.

Arraial do Cabo, praia, sol e mais praia_Num Postal
Arraial do Cabo, praia, sol e mais praia_Num Postal

Dia 2, A saga das praias continua:

Praia do Forno

O dia começou cedo na Praia do Forno. O acesso à praia é feito a partir de uma trilha que nos leva a subir um morro, permitindo ter uma noção geral da praia e apreciar as suas águas cristalinas de um ponto mais alto. Embora hajam todas estas restrições, estas medidas dão um ar mais natural aquele ambiente e faz-nos esquecer de toda a envolvência da vila. Nesta praia há muitas actividades que se podem fazer como snorkeling.

Arraial do Cabo, praia, sol e mais praia_Num Postal
Arraial do Cabo, praia, sol e mais praia_Num Postal
Arraial do Cabo, praia, sol e mais praia_Num Postal

Praia Grande

A praia do Forno era muito boa, sendo mais um dos muitos lugares que não podem escapar numa visita a Arraial do Cabo. Sabendo que havia mais para descobrir na vila, decidimos ir para o lado oposto da península até à Praia Grande. E a praia é mesmo muito grande! Na época alta este é um dos lugares mais visitados pelos turistas e a praia consegue ficar cheia. Felizmente estávamos quase no pico do Inverno… Mesmo assim o tempo estava bastante agradável e deu para acompanhar mais um pôr-do-sol memorável.

Arraial do Cabo, praia, sol e mais praia_Num Postal
Arraial do Cabo, praia, sol e mais praia_Num Postal
Arraial do Cabo, praia, sol e mais praia_Num Postal

De noite, partimos à descoberta da vida nocturna de Arraial do Cabo. Para o jantar descobrimos um restaurante português, o Bacalhau na Tuga, ao qual nos sentimos quase obrigados a ir nem que seja só para matar as saudades. Comemos muito bem e é uma referência que deixo daquele lugar. Deu para conhecer um pouco mais do espaço ao falar com os donos e no fim ainda recebemos de oferta alguns produtos portugueses.

Quanto à noite, não posso dizer que seja das mais interessantes onde já estive mas sempre tem alguns bares e bancas com bebidas espalhadas ao longo das ruas mais movimentadas para servir os seus visitantes.

Dia 3, Um dia demasiado tranquilo:

Prainha

Este dia foi ainda mais relaxado que os anteriores… Sem qualquer plano, saímos do hostel até à Prainha que se encontra junto à estrada de acesso a Arraial do Cabo. Localiza-se numa área mais urbanizada ao que vinhamos sendo habituados e ali encontramos algumas feiras que aproveitamos para comprar umas recordações. Queria tanto não pensar em nada neste dia que nem sequer trouxe comigo a minha câmara.

Até ao fim do dia pouco mais fizemos. Voltamos a dar uma volta pela noite de Arraial do Cabo e, apesar de ainda passarmos a noite no nosso hostel, seria o nosso último dia em Arraial do Cabo.

Dia 4, Regresso antecipado:

Como sabíamos que tinhamos de passar pelo Rio de Janeiro para voltar para casa, seguimos bem cedo de manhã no autocarro das 5h para uma viagem de 3 horas até Niterói (onde fiquei apenas eu) e depois para o Rio de Janeiro onde foi o resto do grupo.

Sobre Arraial do Cabo pouco mais há a dizer… Este lugar vive essencialmente das praias e do bom tempo e três dias é um período aceitável para passar umas boas férias. No entanto, com um maior planeamento e mais um ou dois dias, teria sido possível ir a Cabo Frio ou Armação de Búzios que são duas estâncias muito idênticas a Arraial do Cabo e as distâncias entre elas são muito pequenas.

Arraial do Cabo, praia, sol e mais praia_Num Postal

GOSTASTE DESTE ARTIGO? PARTILHA NAS REDES SOCIAIS

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

PLANEIA A TUA VIAGEM

Aqui encontras as ferramentas necessárias para ti e ainda podes ajudar-me ao usar estes links 🙂

Para encontrares os melhores voos uso sempre o Skyscanner ou o Momondo.

Reserva já a tua estadia no Hostelworld mas se quiseres mais algum conforto podes ver outras opções no Booking.

Contrata o teu seguro de viagem. Ao optares pela IATI Seguros viajas mais descansado e ainda tens 5% de desconto se usares este link.

Queres viajar e não sabes para onde? Com a Chocolate Box podes arriscar ir num destino que só conheces 48 horas antes do dia da viagem e com o meu código NUMPOSTAL10 tens 10% de desconto!

Autor do projecto Num Postal, arquitecto de profissão, fotógrafo nas horas vagas e apaixonado por viagens. Criei o blog para que não me escape nada das minhas aventuras pelo mundo, para partilhar com os outros e para eu reviver cada uma destas experiências! Depois de viver uma temporada no Brasil, percebi que há todo um universo lá fora para descobrir e desde então nunca mais parei de ir à procura de lugares desconhecidos.

FAZ PARTE DESTE PROJECTO

Deixa um comentário e partilha as tuas dicas

POSTS RELACIONADOS

Estes são alguns dos artigos que também poderás gostar de ler