NATAL, UM LUGAR ABRAÇADO PELAS DUNAS

Visita às dunas com emoção, o encontro nacional de Couchsurfing e a primeira volta de dromedário

PUBLICADO A 19 DE FEVEREIRO DE 2020 | VIAGEM DE 5 A 7 DE SETEMBRO DE 2017

Muitas das cidades do Brasil tem os seus nomes associados a santos ou a eventos comemorativos religiosos que correspondem ao dia em que foram descobertas e a capital do estado de Rio Grande do Norte não é excepção. Natal é um lugar fundado no dia 25 de Dezembro de 1599 que corresponde à data que celebra o nascimento de Jesus Crsito e desde então ficou assim conhecida.

Natal está assente sobre um sistema dunar que é o símbolo mais característico desta cidade. Ao longo da região é possível fazer diversas actividades como os passeios de buggy nas dunas ou simplesmente desfrutar das belas praias já que areia é algo que parece não faltar neste lugar… A culinária é também outro dos pontos fortes e se quiseremos comer o melhor camarão do país estamos no sítio certo. Até existe um festival anual (em novembro) para celebrar as melhores iguarias de marisco de todo o Estado.

Depois de duas horas de viagem desde João Pessoa, tinha à minha espera o Lucas que me ia receber depois de o ter contactado através do Couchsurfing  (ia ser o seu primeiro hóspede). Quando chegamos à sua casa tinhamos à espera a mãe e a tia que ficaram muito contentes pela minha chegada e com quem nunca faltou assunto de conversa. Aqui trataram-me como se fizesse parte da família ao ponto de terem lavado e passado a ferro a minha roupa sem eu nunca ter pedido. Fiquei muito grato e a certa altura já nem sabia como agradecer tamanha hospitalidade.

Este era um lugar que gostava de ver com tempo e por isso achei que três dias seriam um período considerável para a visitar tranquilamente. Almoçamos por casa e só depois é começamos o nosso roteiro.

Dia 1, Uma escapadinha para começar:

Tabatinga

O melhor do Brasil é que qualquer lugar onde vá irá ser sempre novo para mim e por isso enquanto preparava o roteiro por Natal fui convidado pelo Lucas para passar um dia fora da cidade. Assim sendo fomos até uma casa de férias da sua família num aldeamento privado com piscina própria de frente para uma praia incrível.

Pelo caminho ainda apanhamos o Dénis que ficou connosco curiosamente ele estava quase a ir para Portugal. Infelizmente, o Brasil é cada vez menos o lugar ideal para se viver e são muito os brasileiros que “fogem” do seu próprio país em busca de melhores condições de vida. Durante esta viagem, conheci muitas pessoas que já sentem tanto medo que tomaram medidas nas suas vidas que passam sempre pela mudança de país.

Tabatinga é só um dos muitos exemplos de lugares para ir fora da cidade. Existe muita diversidade de praias que se pode visitar (e as melhores nunca estão nas grandes cidades) entre outras coisas como o Maior Cajueiro do Mundo pelo qual tivemos a oportunidade passar.

Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal

Dia 2, Com ou sem emoção:

Acordamos em Tabatinga a fim de aproveitarmos a manhã na piscina e de passar o resto do dia na zona Norte de Natal. Estava muito entusiasmado pela visita às dunas que rapidamente se tornaram num dos meus lugares favoritos neste país.

Dunas de Genipabu

Se havia coisa que não podia deixar de fazer em Natal era o passeio de buggy pelas Dunas de Genipabu. Localizada em Extremoz, a Norte da cidade, as dunas fazem parte de um complexo abrangido por uma área protegida do Parque Turístico Ecológico das Dunas de Genipabu, englobando praias incríveis, uma lagoa e uma área de protecção ambiental. Esta é também uma região que fornece muita variedade de hóteis, restaurantes e diversas actividades relacionadas com as dunas.

Deixaram-me na entrada da reserva dunar e assim fui sozinho com o guia da buggy. Nestes passeios perguntam sempre se queremos fazer a visita pelas dunas “com ou sem emoção”, ou seja, podemos ir num passeio tranquilo ou então pedir para ir com mais adrenalina e fazermos algumas acrobacias no areal. Sendo esta uma experiência única, optei pelo pacote completo para disfrutar ao máximo desta aventura com mais emoção.

Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal
Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal
Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal

Praia de Genipabu

Um dos lugares mais incríveis das dunas é a Praia de Genipabu. Marcado pela duna íngreme e a paisagem paradisíaca, é um lugar que tem próximo algumas casas de pescadores mas nem isso lhe tira o brilho. Nesta zona das dunas é possível fazer compras de produtos artesanais ou então dar uma volta de dromedário.

O passeio que fiz durou cerca de duas horas mas é possível prolongar a visita às dunas por um dia inteiro, levando-nos a outros locais que oferecem outro tipo de actividades como o “esquibunda” ou “aerobunda”.

Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal
Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal
Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal
Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal
Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal
Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal

Parque Estadual das Dunas

Antes que o dia terminasse, ainda fui até ao Parque Estadual das Dunas. Trata-se de um simples jardim localizado no coração da cidade que é uma reserva que possui alguns trilhos para conhecer melhor os sistemas dunares.

Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal
Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal

Dia 3, Visita às raízes históricas:

Como sempre acontece nas minhas viagens, gosto muito de passear pelos centros histórico para descobrir ainda mais sobre os lugares onde estou. A minha estadia em Natal coincidiu com o Encontro Nacional de Couchsurfing no Brasil e uma das actividades era um pequeno tour pelo centro histórico. Este encontro juntou muito brasileiros de Norte a Sul do país e eu era o único estrangeiro… Foi engraçado porque muita gente vinha saber o que um português andava a ali a fazer. Acabei por encontrar duas pessoas que estavam na mesma casa que eu em Maceió e uma das amigas da rapariga que me acolheu quando fui a Brasília.

Igreja da Nossa Senhora da Apresentação

O tour teve início na Igreja da Nossa Senhora da Apresentação conhecida como Catedral Velha. Localizada na Praça André de Albuquerque, foi a primeira igreja da cidade e foi construída em homenagem à santa padroeira com o mesmo nome.

Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal
Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal

Memorial Câmara Cascudo

Esta estátua localiza-se ao lado da Igreja para homenagear a vida e obra do maior historiador do Rio Grande do Norte, Luís da Câmara Cascudo. A figura de Câmara Cascudo sobre uma mão foi a melhor forma que encontraram para representar esta peça e de transmitir às pessoas da existência desta personalidade tão importante para o estado e para o país.

Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal

Praça Sete de Setembro e Palácio da Cultura

Era sob um forte sol que nos deslocávamos até à Praça Sete de Setembro, conhecida também pela Praça dos Três Poderes por ali se situarem a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, o Tribunal de Justiça do Estado e o Palácio Felipe Camarão (a sede da prefeitura de Natal).

No entanto, o que nos trazia a esta praça era mesmo o Palácio da Cultura. Este edifício é a antiga sede do governo do estado que actualmente destina-se à Pinacoteca da do Estado do Rio Grande de Norte. A vinculação de um espaço cultural ao palácio surgiu da necessidade de expor e conservar as artes visuais no Rio Grande do Norte. O mobiliário existente pertence às antigas funções do palácio mas foi deixado para trás para deixar a pinacoteca com um carácter mais imponente.

Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal
Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal
Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal

Teatro Alberto Maranhão

Para apanharmos a via para o teatro, tivemos de seguir pela Avenida Câmara Cascudo, uma das ruas mais largas por onde passamos, com alguns edifícios bem característicos da época colonial e com uma vista para a ponte Newton Navarro.

No fim da rua chegamos à Praça Augusto Severo, uma das principais do centro histórico de Natal que também é denominada como Largo do Teatro por ter um espaço amplo preparado para a realização de eventos exteriores.

Por acaso também é aqui que se situa o principal espaço de espectáculos da cidade, o Teatro Alberto Maranhão. O edifício apresenta traços da art noveau e é daqueles lugares protegidos ao abrigo do Património Histórico e Artístico do Rio Grande do Norte.

Outro dos edifícios muito chamativos desta praça é o Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão que tem como objectivo preservar a cultura popular do estado através de milhares de peças que permitam dar a conhecer um pouco sobre a história do Rio Grande do Norte.

Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal
Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal
Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal
Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal

Rua Chile

Esta é uma das principais ruas do bairro da Ribeira. Os edifícios que preenchem a rua tinham como principal objectivo armazenar os produtos que vinham e iam para o porto mas actualmente muitos deles ou estão abandonados ou abrigam bares que tornam este lugar como um dos principais para se viver a noite de Natal. A Rua Chile com o tempo foi ganhando mais fama pela eventos nocturnos e aos poucos ganhou espaço para diversos eventos que já acontecem anualmente. Todos os seus edifícios pertencem à zona de preservação histórica e portanto não podem ser modificados ou demolidos como já se tentou.

Por fim, a rua termina num largo com o mesmo nome, tendo sido ali que acabamos o tour  para depois ir almoçar a casa.

Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal

Praia de Ponta Negra

Finalmente chegávamos à Praia de Ponta Negra que é uma das principais referências de Natal. Localiza-se no bairro de Ponta Negra e tem cerca de quatro quilómetros de extensão com muitos restaurantes, bares e hóteis que transformam este lugar.

Nós entramos num lugar junto ao Morro do Careca, uma das maiores dunas da cidade, onde ficamos num dos bares. Fomos acompanhando o dia a cair e no fim acabamos por ser presenteados por um pôr-do-sol extraordinário.

Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal
Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal
Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal

A seguir à praia tive de me arranjar e organizar a minha bagagem porque ainda ia viajar em direcção ao meu próximo destino num percurso que ia demorar cerca de nove horas até Fortaleza.

Natal não foi uma grande surpresa mas não foi por isso que deixou de ser um viagem menos espectacular. Por questões logísticas e de segurança, é uma cidade em que o uso do carro pode ser importante para estarmos mais à vontade. Mesmo que não queiramos sair muito do centro histórico, é uma forma de facilitar o acesso ao Forte dos Reis Magos, à Praia dos Artistas ou se quisermos sair para a periferia temos como opção a Praia do Cotovelo ou a Praia do Amor. Natal também é um intermediário para chegar a Pipa onde dizem que tem uma das melhores estâncias balneares do Brasil.

A minha estadia de três dias foi óptima e sinceramente não podia ter pedido melhor graças à forma como fui recebido pelo Lucas e a sua família aos quais estarei eternamente agradecido! Esta cidade era tudo o que estava à espera, culminando nas dunas como uma das melhores actividades que fiz na minha viagem pelo Nordeste. É por estas pequenas coisas que Natal irá ficar lembrado como uma das cidades que mais me marcou neste país.

Natal, um lugar abraçado pelas dunas_Num Postal

GOSTASTE DESTE ARTIGO? PARTILHA NAS REDES SOCIAIS

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

PLANEIA A TUA VIAGEM

Aqui encontras as ferramentas necessárias para ti e ainda podes ajudar-me ao usar estes links 🙂

Para encontrares os melhores voos uso sempre o Skyscanner ou o Momondo.

Reserva já a tua estadia no Hostelworld mas se quiseres mais algum conforto podes ver outras opções no Booking.

Contrata o teu seguro de viagem. Ao optares pela IATI Seguros viajas mais descansado e ainda tens 5% de desconto se usares este link.

Queres viajar e não sabes para onde? Com a Chocolate Box podes arriscar ir num destino que só conheces 48 horas antes do dia da viagem e com o meu código NUMPOSTAL10 tens 10% de desconto!

Autor do projecto Num Postal, arquitecto de profissão, fotógrafo nas horas vagas e apaixonado por viagens. Criei o blog para que não me escape nada das minhas aventuras pelo mundo, para partilhar com os outros e para eu reviver cada uma destas experiências! Depois de viver uma temporada no Brasil, percebi que há todo um universo lá fora para descobrir e desde então nunca mais parei de ir à procura de lugares desconhecidos.

FAZ PARTE DESTE PROJECTO

Deixa um comentário e partilha as tuas dicas

POSTS RELACIONADOS

Estes são alguns dos artigos que também poderás gostar de ler