NITERÓI E RIO DE JANEIRO,
NO CAMINHO NIEMEYER

As obras do mestre Niemeyer, as panorâmicas para a cidade maravilhosa e um clássico no Maracanã

PUBLICADO A 17 DE JANEIRO DE 2020 | VIAGEM A 18 DE JUNHO DE 2017

Niterói fica junto ao Rio de Janeiro, do lado oposto da Baía de Guanabara que separa as duas cidades. É um lugar diferente da cidade maravilhosa, com outro encanto e acima de tudo mais tranquilo em termos de segurança e mais organizado.

Sendo um admirador das obras do arquitecto brasileiro Óscar Niemeyer, Niterói era uma cidade que seria um ponto de paragem obrigatório. É um lugar que até tem uma oferta muito boa para quem o procura mas um dia chega para ver os pontos que tinha mais interesse.

Estava a chegar de manhã cedo desde Arraial do Cabo, saindo desta cidade no autocarro das 5h da manhã para chegar a Niterói às 8h. Como tinha sempre de voltar ao Rio para seguir viagem para São Paulo, aproveitei para fazer um desvio e incluir no meu roteiro a cidade sorriso (expressão utilizada para apelidar Niterói, um lugar hospitaleiro e alegre).

Teatro Popular Oscar Niemeyer

Ao abandonar o terminal rodoviário, dirigi-me até ao Teatro Popular Oscar Niemeyer. Localizado junto à margem da Baía de Guanabara com um vista panorâmica para o Rio de Janeiro, este é um complexo cultural e turístico da cidade que tem como objetivo associar-se a varias temáticas do ramo das artes como a música, fotografia, dança ou pintura. O recinto compõe-se com dois edifícios: o teatro propriamente dito e um outro elemento em forma de iglô que é um espaço de exposições.

Niterói e Rio de Janeiro, no caminho Niemeyer_Num Postal
Niterói e Rio de Janeiro, no caminho Niemeyer_Num Postal
Niterói e Rio de Janeiro, no caminho Niemeyer_Num Postal
Niterói e Rio de Janeiro, no caminho Niemeyer_Num Postal

Caminho Niemeyer

O teatro faz parte do projecto que integra o Caminho Niemeyer, um percurso que contempla várias obras do arquitecto. Neste percurso destaca-se a Praça Juscelino Kubitschek e o Museu de Arte Contemporânea de Niterói. Ainda assim, o que mais me agradou ao longo deste percurso foi a vista panorâmica para a cidade do Rio de Janeiro.

Niterói e Rio de Janeiro, no caminho Niemeyer_Num Postal

Museu de Arte Contemporânea de Niterói

Entretanto fiz um pouco de batota e cortei este caminho por dentro da cidade para chegar mais rápido ao MAC (Museu de Arte Contemporânea). Este é o maior símbolo da cidade que se localiza no Mirante da Boa Viagem, um lugar muito bom para apreciar a paisagem (tanto para as praias de Niterói como para os morros do Rio de Janeiro), para andar de patins ou praticar ioga. A paisagem dá uma tranquilidade ao espaço do museu que é difícil de encontrar noutro lugar.

Logo que cheguei ao museu, apercebi-me que a sua visita era apenas um bónus em relação a tudo a que aquele lugar significa. O museu em si, acolhe obras de arte na sua maioria dos anos 50 do séc. XX, está associado a outras áreas como a gastronomia e a literatura mas o que se destaca mais são mesmo as panorâmicas para a praia de Icaraí e da Boa Viagem com o Rio de Janeiro como plano de fundo.

Niterói e Rio de Janeiro, no caminho Niemeyer_Num Postal
Niterói e Rio de Janeiro, no caminho Niemeyer_Num Postal
Niterói e Rio de Janeiro, no caminho Niemeyer_Num Postal
Niterói e Rio de Janeiro, no caminho Niemeyer_Num Postal
Niterói e Rio de Janeiro, no caminho Niemeyer_Num Postal

E assim passei uma manhã muito agradável em Niterói. Tive pena de estar com o tempo contado e não ter aproveitado muito mais do que a cidade tem para oferecer mas assim também já tenho roteiro para quando lá voltar. Esta cidade é conhecida principalmente pelas praias e morros que podem ser descobertos, destacando-se a Praia e Costão de Itacoatiara. No Parque da Cidade, um dos pontos mais altos em Niterói, é um dos lugares que conseguimos olhar a cidade com o pôr-do-sol por trás. Isto e muito mais numa cidade que transpira culturalidade e nos dá um leque de atrações como os parques, museus e fortes antigos para visitar.

Niterói e Rio de Janeiro, no caminho Niemeyer_Num Postal

Estádio do Maracanã

A passagem por Niterói tinha acabado mas a viagem ainda não. Da parte da tarde apanhei um barco até ao Rio de Janeiro para me juntar aos meus amigos com quem tinha estado em Arraial do Cabo. Era já a terceira vez nesta cidade e o objectivo inicial era aproveitar a praia por não o termos feito das outras vezes. No entanto, quando me juntei a eles mudamos radicalmente de ideias quando soubemos que havia um clássico brasileiro no Estádio do Marcanã.

Para quem gosta de futebol como eu, só nos meus maiores sonhos é que me conseguia imaginar neste estádio. Por isso mesmo é que aproveitamos esta oportunidade e lá conseguimos entrar para o jogo depois de algum tempo na fila para conseguir bilhete. Vimos um Fluminense – Flamengo que acabou com um resultado final de 2-2. Melhor que o resultado ou o jogo em si foi disfrutar de todo aquele ambiente das claques e da envolvência a que estes jogos grandes obrigam. A claque do Flamengo é mesmo uma das melhores do mundo.

Niterói e Rio de Janeiro, no caminho Niemeyer_Num Postal

GOSTASTE DESTE ARTIGO? PARTILHA NAS REDES SOCIAIS

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

PLANEIA A TUA VIAGEM

Aqui encontras as ferramentas necessárias para ti e ainda podes ajudar-me ao usar estes links 🙂

Para encontrares os melhores voos uso sempre o Skyscanner ou o Momondo.

Reserva já a tua estadia no Hostelworld mas se quiseres mais algum conforto podes ver outras opções no Booking.

Contrata o teu seguro de viagem. Ao optares pela IATI Seguros viajas mais descansado e ainda tens 5% de desconto se usares este link.

Queres viajar e não sabes para onde? Com a Chocolate Box podes arriscar ir num destino que só conheces 48 horas antes do dia da viagem e com o meu código NUMPOSTAL10 tens 10% de desconto!

Autor do projecto Num Postal, arquitecto de profissão, fotógrafo nas horas vagas e apaixonado por viagens. Criei o blog para que não me escape nada das minhas aventuras pelo mundo, para partilhar com os outros e para eu reviver cada uma destas experiências! Depois de viver uma temporada no Brasil, percebi que há todo um universo lá fora para descobrir e desde então nunca mais parei de ir à procura de lugares desconhecidos.

FAZ PARTE DESTE PROJECTO

Deixa um comentário e partilha as tuas dicas

POSTS RELACIONADOS

Estes são alguns dos artigos que também poderás gostar de ler