PERTH,
A ÚLTIMA CIDADE DA ESCÓCIA

Uma rua pedonal que atravessa o centro histórico, igrejas para todos os gostos e um rio que espelha duas faces diferentes da cidade

PUBLICADO A 13 DE ABRIL DE 2020 | VIAGEM A 25 DE MAIO DE 2019

Depois de passarmos uma manhã em Stirling íamos acabar o dia em Perth. Levamos pouco mais de uma hora desde Stirling e paramos primeiro no nosso B&B (Bed and Breakfast) para deixarmos a nossa bagagem.

Este conceito de B&B é muito utilizado na Escócia. Existem muitos turistas que, como nós, fazem road trips pelo país e às vezes só querem um lugar para dormir e tomar o pequeno-almoço no dia seguinte para depois se fazerem à estrada. Geralmente, estes lugares funcionam como pequenas pensões com poucos quartos e as áreas comuns como sala de estar e cozinha para os pequenos-almoços. É uma forma de alojamento que dá para poupar dinheiro em relação aos hóteis, são bastante confortáveis e ainda ajudamos o comércio local. 

O nosso alojamento situava-se à entrada da Dunkeld Road que é uma das principais vias de acesso ao centro histórico. A nossa ideia seria passar o resto do dia na cidade para na manhã seguinte partirmos em direcção às Highlands.

Perth é uma cidade que já foi capital da Escócia durante quase 500 anos até meados do século XV e localiza-se às margens do rio Tay. Não é um lugar que tenha muitas referências que a tornem um lugar obrigatório de paragem mas destaca-se pelos suas parques e as pontes, tendo como principais dinamizadores o próprio rio e a High Street, a principal rua da cidade.

Por outro lado, é uma cidade pequena e pouco conhecida, tornando-se um lugar muito tranquilo onde o turismo está pouco presente. Ainda melhor percepção disso tivemos quando começamos a nossa volta na cidade e eram quase 17h. A essa hora maior parte dos estabelecimentos fecham e são muito poucas as pessoas que encontramos na rua.

St. Ninian’s Cathedral

Em primeiro lugar chamou-nos à atenção a Catedral de Perth mais conhecida como St. Ninian’s Cathedral. É uma igreja episcopal escocesa de finais do século XVII. Infelizmente só deu para olharmos mesmo por fora…

Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal

Teatro de Perth

Entre as várias ruelas que compõem cidade, íamos reparando que a cor de barro tomava conta do visual dos edifícios, como acontece no Teatro de Perth. Um edifício bem mais modesto do que um teatro aparenta ser, já que passou por diversas remodelações desde o início do século XX e actualmente é um dos principais activos da cidade.

Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal
Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal
Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal

High Street

Por esta altura já estávamos em High Street, que como já referi é um dos lugares de destaque da cidade. Trata-se de uma rua pedonal que atravessa uma boa parte do centro histórico e desenvolve-se através dos vários estabelecimentos que a compõem. Ao longo da cidade existem diversas estátuas que permitem descobrir o lado mais artístico de Perth como a Fair Maid of Perth que se encontra sentada num banco de jardim ou Ring. Ambas encontram-se instaladas em High Street e compõe o River Tay Public Art Trail, assim como as outras 20 estátuas que constituem a restante colecção.

Ring é uma estatura de David Annand que descreve um homem vendado e o seu companheiro com as duas figuras a representar a felicidade e a miséria. É inspirado no poema “Nae Day Sae Dark” de William Souter e, tal como a escultura, lembra que “apesar de dominar a escuridão, um lampejo de luz aparecerá e, menos no mais profundo desespero, a esperança sempre vencerá.”

Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal
Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal
Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal

Perth City Hall

Em seguida fizemos um desvio para outras ruas e deparamo-nos com o Perth City Hall, a Câmara Municipal, que estava completamente vedada, e de frente mais uma Cruz Mercantil com uma estrutura octogonal e um pilar cilíndrico com um unicórnio no topo que simbolizava o espaço onde se organizavam as feiras e os mercados da cidades.

Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal
Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal

St. John’s Kirk

Por trás da Câmara Municipal encontra-se St. John’s Kirk, uma igreja do século XV e o edifício mais antigo de Perth e um dos mais importantes de toda a Escócia. Foi um edifício que por muitos anos dominou a paisagem da cidade e pelo qual se organizou a cidade até aos dias de hoje.

Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal

Ponte Smeaton

Estamos a chegar ao rio e do nosso lado esquerdo observamos a Ponte Smeaton. É a ponte velha da cidade, construída no século XVIII e sobreviveu a muitas inundações que decorreram ao longo da sua história sem qualquer trabalho de recuperação.

Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal
Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal

St. Matthews Church of Scotland

Junto ao rio encontra-se mais uma igreja que toda a gente conhece dos cartões de postal da cidade mas que ninguém sabe qual é, a St. Matthews Church of Scotland. É o edifício mais alto de Perth e a sua imagem é bastante traduzida em fotografias da cidade tiradas do outro lado da margem.

Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal
Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal
Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal

Perth North Church

De volta ao centro da cidade, enquanto íamos em busca de um lugar para jantar, chamou-me a atenção mais uma igreja, a Perth North Church. Um igreja fundada em 1747 que surgiu com a divisão das igrejas secessionistas do século XVIII.

Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal

Perth Methodist Church e St. Leonard’s in the Fields Church

Ao anoitecer, mais parecia que esta era a cidade das igrejas e haveríamos de passar por mais duas. Em primeiro lugar a Perth Methodist Church que como o nome indica faz parte da Igreja Metodista e depois a St. Leonard’s in the Fields Church de origem gótica que se destaca pela sua torre de planta quadrada.

Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal
Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal

Sem grandes planos, voltamos às margens do rio Tay enquanto aproveitamos para ver a iluminação que se reflecte na água e que dá logo outro ambiente aquele espaço. Além disso só faltou irmos à outra margem para termos uma nova percepção da cidade.

Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal

Museu e Galeria de Arte de Perth

Ainda assim, deu tempo para passarmos no Museu e Galeria de Arte de Perth, o principal espaço de exposições da cidade. O edifício está localizado no monumento Marshall que é uma homenagem a um antigo reitor da cidade com o mesmo nome.

Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal

The Venue

Por fim, e como bons escoceses que já nos íamos sentindo, acabamos a noite num bar da cidade, The Venue, que estava cheio de gente como muita animação, música ao vivo e contrastava muito com o ambiente que se vivia nas ruas da cidade.

Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal
Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal

No dia seguinte partimos de manhã desta cidade mas não sem antes tomar um pequeno-almoço tipicamente escocês com tudo a que temos direito. É daquelas coisas que me deixam mais saudades.

Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal
Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal

Não sei se esta é daquelas cidades que me vá lembrar para sempre mas nem foi um tempo mal passado naquela tarde… Um dia foi suficiente apesar de ter noção que podíamos ter tido um roteiro mais rico.

Ainda podíamos ter visitado o Castelo de Balhousie, igualmente conhecido como The Black Watch Castle and Museum que data do século XVII, consta com exposições que ajudam a explorar a história do regime nas Highlands. A Galeria Ferguson, um antigo reservatório de água junto ao rio Tay que hoje é um espaço de exposições. Os parque também são algo são característicos na cidade como o South Inch Park que é um espaço ajardinado bem amplo ou os Rodney Gardens que se concentram no outro lado da margem junto ao rio e possui uma grande parte das estátuas que compõem o River Tay Public Art Trail.

Lembro-me perfeitamente que Perth era daqueles lugares que pouco conhecia mas pelo que via nas redes sociais sentia que tinha de visitar. A relação da cidade com o rio contribuiu muito para isso e apesar de não ter impressionado muito ficou mais um desejo realizado. Não me arrependo de nada e voltava a fazer tudo da mesma forma!

Perth, a última cidade da Escócia_Num Postal

GOSTASTE DESTE ARTIGO? PARTILHA NAS REDES SOCIAIS

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

PLANEIA A TUA VIAGEM

Aqui encontras as ferramentas necessárias para ti e ainda podes ajudar-me ao usar estes links 🙂

Para encontrares os melhores voos uso sempre o Skyscanner ou o Momondo.

Reserva já a tua estadia no Hostelworld mas se quiseres mais algum conforto podes ver outras opções no Booking.

Contrata o teu seguro de viagem. Ao optares pela IATI Seguros viajas mais descansado e ainda tens 5% de desconto se usares este link.

Queres viajar e não sabes para onde? Com a Chocolate Box podes arriscar ir num destino que só conheces 48 horas antes do dia da viagem e com o meu código NUMPOSTAL10 tens 10% de desconto!

Autor do projecto Num Postal, arquitecto de profissão, fotógrafo nas horas vagas e apaixonado por viagens. Criei o blog para que não me escape nada das minhas aventuras pelo mundo, para partilhar com os outros e para eu reviver cada uma destas experiências! Depois de viver uma temporada no Brasil, percebi que há todo um universo lá fora para descobrir e desde então nunca mais parei de ir à procura de lugares desconhecidos.

FAZ PARTE DESTE PROJECTO

Deixa um comentário e partilha as tuas dicas

POSTS RELACIONADOS

Estes são alguns dos artigos que também poderás gostar de ler