SÃO MIGUEL,
UMA LAGOA POR DIA

O mítico nevoeiro na Lagoa do Fogo, o Parque das Nações açoriano e as Furnas que são muito mais que a sua lagoa

PUBLICADO A 22 DE AGOSTO DE 2021 | VIAGEM DE 15 A 16 DE MAIO DE 2021

Em menos de um ano, lá aterrava mais uma vez na ilha de São Miguel. Era mais uma escala que ia ter de fazer só que desta vez estive um fim-de-semana completo na ilha. O que mais gosto em São Miguel é que pelo facto de ser uma ilha tão grande, há sempre algo diferente para fazer cada vez que lá vou! Como também é a ilha mais acessível a partir de Lisboa (pela distância, é a maior e a mais desenvolvida dos Açores), espero manter sempre esta regra de aproveitar estas escalas enquanto não conhecer todo o arquipélago açoriano.

Na primeira vez em São Miguel passei cerca de 9 horas na estrada que permitiram conhecer o lado mais ocidental da ilha, mais concretamente a Lagoa das Sete Cidades e tudo o que está à sua volta. Desta vez queria aproveitar o núcleo mais central e para isso tive a ajuda da Hertz Portugal. A melhor forma de andar por São Miguel é de carro e a Hertz disponibilizou-se em dar-nos um Opel Crossland que permitiu dar uma boas voltas à ilha. Uma máquina este carro!

Depois de sair do Corvo, ainda tivemos uma escala no aeroporto da Horta antes de chegar a este destino. Aterramos numa sexta-feira ao fim da tarde, era altura de fazer check-in, preparar alguma logística para ficarmos descansados no fim-de-semana e estar com amigos que estavam à nossa espera.

São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal

Dia 1 | Perdidos nas Furnas:

O dia começou bem cedo na Ribeira Grande. Foi aqui que nos instalamos numa das zonas mais centrais e surpreendentes de São Miguel. A escolha baseou-se apenas porque já sabíamos o que queríamos ver nesta viagem. São Miguel tem tanta oferta que qualquer lugar da ilha é válido para nos alojarmos… Já a Ribeira Grande foi um dos lugares mais desenvolvidos por onde passamos e que combina muito bem a história com a modernidade. Arranjando um termo de comparação, ao chegar aqui parece que estamos a passar pelo Parque das Nações dos Açores, tal é a qualidade das infraestruturas deste concelho.

São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal
São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal

Lagoa das Furnas

Mas não íamos passar o dia todo a deliciar-nos com a vila onde ficamos… Pegamos no nosso carro e seguimos até às Furnas. Começamos pelo Miradouro do Pico do Ferro com uma vista espectacular para a Lagoa das Furnas e em seguida fomos até ao Miradouro do Lombo dos Milhos de onde vemos toda a aldeia das Furnas.

Ao chegar mais perto da lagoa, tudo aquilo pareceu-nos muito grande… Por outro lado, havia uma grande curiosidade em visitar a Capela de Nossa Senhora das Vitórias e o Centro de Monitorização e Investigação das Furnas. Desde o parque de estacionamento até estes dois locais o passeio é muito rápido e tranquilo. Foi por que isso decidimos dar a volta completa à lagoa! O caminho é sempre a direito e quem procura uma caminhada bem relaxada, esta volta à Lagoa das Furnas é uma das melhores coisas a fazer em São Miguel.

Pelo meio ainda apanhamos as Fumarolas das Furnas, onde se costuma fazer o famoso cozido daquela região. Ainda não foi desta que experimentamos este petisco mas quem sabe se não é da próxima… Para comer o cozido das furnas temos de fazer uma marcação bem cedo num restaurante até porque este prato demora cerca de 6 horas a ser feito nas fumarolas.

São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal
São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal
São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal
São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal
São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal
São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal
São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal
São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal

Poço da Dona Beija

O passeio na lagoa demorou cerca de duas horas sem grandes pressas e a seguir já só pensávamos no almoço. Petiscamos qualquer coisa na aldeia das Furnas e depois tinhamos duas hipóteses para passar a tarde: o Parque Terra Nostra ou o Poço da Dona Beija. A diferença de preços não é significativa para entrar nestes espaços mas no Terra Nostra pedia-se que estivéssemos lá um dia completo para aproveitar o parque todo. Assim sendo, a decisão não foi difícil e fomos ao Poço da Dona Beija.

Composta por 5 piscinas de águas termais, 4 a 39º e 1 a 28º, este foi o lugar ideal para relaxar depois de uma caminhada matinal. É daqueles sítios que não se podem perder numa visita a São Miguel!

São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal
São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal

Miradouro do Salto do Cavalo

Para que a visita às Furnas ficasse completa, passamos por este miradouro. A 760 metros de altitude podemos contemplar uma paisagem imensa que continua para lá da Lagoa das Furnas. Não podíamos ter pedido melhor momento para terminar este dia!

São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal

Dia 2 | Mais uma lagoa:

Ao segundo dia, visitamos outra lagoa, mais concretamente a Lagoa do Fogo. É um dos lugares mais bonitos de São Miguel e a segunda maior lagoa da ilha. O tempo começava a não estar muito favorável mas decidimos fazer o trilho que nos acompanha até às margens do lago. Felizmente tomamos essa opção já que conseguimos ter uma melhor percepção deste local que é de uma beleza brutal!!

Não fizemos o trilho todo porque com o passar do tempo a neblina continuava a assentar e quando regressamos ao início do percurso não se via nada. O trilho começa num miradouro a Norte da lagoa e mais à frente existe uma outra perspectiva desde o Miradouro do Pico da Barrosa. Neste último ponto já não dava para ver nada da lagoa mas quem sabe se da próxima não teremos mais sorte…

São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal
São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal
São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal
São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal
São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal

Termas da Ferraria e Praia dos Mosteiros

Ao longo do dia tivemos um grande almoço que durou até meio da tarde e depois fomos até ao extremo mais ocidente da ilha. A ideia era fechar em beleza esta viagem e quem sabe apanhar um bom pôr-do-sol para encerrar o dia.

Voltei de novo às Termas da Ferraria e às suas piscinas naturais. Desta vez já tinha um carro suficiente bom para suportar a inclinação até lá abaixo e por isso fui sem grandes receios. Como o tempo não estava ideal para banhos, estávamos a pôr as fichas todas naquela água quentinha das piscinas naturais. A verdade é que como a maré estava muito alta não era muito seguro ficar por ali, além de que só com a maré baixa é que conseguimos ter uma temperatura da água mais elevada.

O sítio é muito bonito mas seguimos até à Praia dos Mosteiros, conhecida pelas míticas imagens do ilhéu e das rochas que costumam ficar alinhadas com o sol. Só que não havia sol e então a ida àquela praia não foi tão mágica assim… De qualquer forma, vale sempre a pena conhecer lugares novos como este!

São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal
São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal
São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal
São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal

E foi assim mais uma segunda escala em São Miguel! Na última noite noite separei-me do meu compincha de viagem e no dia seguinte acordei muito cedo para seguir até à Madeira.

Nestes dois dias em São Miguel, claro que podia ter pedido um pouco mais mas enquanto não der para controlar a meteorologia, não se pode fazer mais nada… No entanto, os objectivos foram atingidos e fui às duas lagoas que tanto queria ver! Mais uma vez só tenho de agradecer à Hertz Portugal pelo apoio nestes dias para me levar a todo o lado! De certeza que mais oportunidades virão para conhecer outros lados desta ilha.

São Miguel, uma lagoa por dia_Num Postal

GOSTASTE DESTE ARTIGO? PARTILHA NAS REDES SOCIAIS

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

PLANEIA A TUA VIAGEM

Aqui encontras as ferramentas necessárias para ti e ainda podes ajudar-me ao usar estes links 🙂

Para encontrares os melhores voos uso sempre o Skyscanner ou o Momondo.

Reserva já a tua estadia no Hostelworld mas se quiseres mais algum conforto podes ver outras opções no Booking.

Contrata o teu seguro de viagem. Ao optares pela IATI Seguros viajas mais descansado e ainda tens 5% de desconto se usares este link.

Queres viajar e não sabes para onde? Com a Chocolate Box podes arriscar ir num destino que só conheces 48 horas antes do dia da viagem e com o meu código NUMPOSTAL10 tens 10% de desconto!

Autor do projecto Num Postal, arquitecto de profissão, fotógrafo nas horas vagas e apaixonado por viagens. Criei o blog para que não me escape nada das minhas aventuras pelo mundo, para partilhar com os outros e para eu reviver cada uma destas experiências! Depois de viver uma temporada no Brasil, percebi que há todo um universo lá fora para descobrir e desde então nunca mais parei de ir à procura de lugares desconhecidos.

FAZ PARTE DESTE PROJECTO

Deixa um comentário e partilha as tuas dicas

POSTS RELACIONADOS

Estes são alguns dos artigos que também poderás gostar de ler